Nas Bancas à 4ª feira
Facebook
 

Edição:

| Ano |

Error parsing XSLT file: \xslt\NTS_XSLT_Menu_Principal.xslt

Em agenda

Olha
18/07 a 31/08

A Galeria Municipal Comendador João Martins, em Proença-a-Nova, inaugurou, dia 18 de julho, a exposição de fotografia de Valter Vinagre, que assinala os 30 anos da Associação Portuguesa de Apoio à Vítima APAV. Olha foi o modo como o fotógrafo captou o silêncio das vítimas, retratando o universo do crime de violência em Portugal. Este trabalho pretende alertar e sensibilizar para o papel da APAV e da postura social para um tema tão sensível como o da violência na sociedade.
O presidente da Câmara de Proença-a-Nova, João Lobo, sublinhou, durante a inauguração da exposição, que “neste tempo de pandemia, o tema da violência silenciosa no foro privado e a cautela em monitorizarmos aqueles que são mais frágeis, tem de ter uma atenção reforçada por parte das instituições, mas também dos municípios, pois é nosso dever evoluir naquilo que são as condições de apoio”.
Para Rita Bessa, da APAV, a exposição “é uma forma de divulgar o nosso trabalho diário, mas também sensibilizar a sociedade sobre a questão da violência. Uma coisa é contar as histórias outra coisa é ouvi-las na primeira pessoa, e, neste caso, o Valter teve essa oportunidade. Apesar de apoiarmos todo o tipo de vítimas de crime de violência, aquele que tem mais peso é, sem dúvida a violência doméstica”.
O conjunto das 17 fotografias revela o “grito que muitas vezes está abafado, mas que muitas vezes continua a ser necessário dá-lo e alertar para as situações que estão por trás destas imagens, toda a violência em sociedade que é exercida”, explica Valter Vinagre. Para o fotógrafo, “tentei que este trabalho fosse o mais silencioso possível, para que grito fosse muito maior que estas imagens”.
A exposição estará patente na Galeria Municipal até 31 de agosto.

 

Em Agenda

 
19/09 a 02/11
De se lhe tirar o chapéuMuseu do Canteiro, Alcains

Gala Troféu Gazeta Atletismo 2018

Castelo Branco nos Açores

Video