Nas Bancas à 4ª feira
Facebook
 

Edição:

| Ano |

Error parsing XSLT file: \xslt\NTS_XSLT_Menu_Principal.xslt

19 de julho de 2017

BORDADO DE CASTELO BRANCO
Ministro da Cultura inaugura Centro de Interpretação

28 Anos 002A Câmara de Castelo Branco inaugura, terça-feira, o Centro de Interpretação do Bordado de Castelo Branco, que fica instalado na antiga biblioteca municipal da cidade, no Largo de Camões, na Zona Histórica.
A cerimónia inaugural, além do presidente da autarquia Luís Correia, conta também com a presença do ministro da Cultura, Luís Castro Mendes.
Refira-se que o Bordado de Castelo Branco é um dos ex-libris da cidade, com Luís Correia a salientar que a partir de terça-feira passa “a contar para a sua divulgação e conhecimento com um equipamento projetado de raiz para promover a sua revalorização, recuperação, inovação e relançamento, como peça artesanal, mas que, na realidade, se assume como uma forma de expressão artística ímpar”.
O autarca sublinha ainda que “os visitantes do novo Centro de Interpretação vão viajar num espaço onde estão reunidos antigos artefactos, os quais estão, devidamente enquadrados pelos mais recentes meios digitais/tecnológicos e que num percurso interpretativo levarão o visitante desde as origens do Bordado de Castelo Branco, a sementeira do linho, à tecelagem, à criação do bicho-da-seda e extração da matéria-prima, até à evolução do Bordado e da sua técnica”.
O novo espaço passa também a acolher a Oficina-Escola de Bordado de Castelo Branco que até agora estava instalada no antigo edifício dos CTT, no Largo da Sé. Uma oficina-escola que, como é realçado, acolhe “algumas das mais aptas bordadoras e artífices das peças do genuíno Bordado de Castelo Branco, o qual está atualmente na fase final de certificação”.
Em relação ao edifício onde fica o novo Centro de Interpretação do Bordado de Castelo Branco, que foi requalificado através de um investimento na ordem do meio milhão de euros por parte da Câmara, é de destacar que também tem a particularidade de recuperar um edifício simbólico para a cidade, uma vez que para além do Domus Municipalis, também ali esteve instalada a antiga Casa da Vila, a antiga cadeia e mais recentemente a biblioteca municipal, bem como a Delegação de Castelo Branco da Cruz Vermelha Portuguesa.


20/07/2017
 

Outros Artigos

Em Agenda

 
08/07 a 24/09
Arte no Feminino – Tapeçaria de PortalegreMuseu Francisco Tavares Júnior, em Castelo Branco
30/06 a 30/09
As gravatas do presidenteGaleria Clemente Mouro
15/07 a 10/12
Retrospetiva Centro de Cultura Contemporânea de Castelo Branco
29/07 a 17/09
Nadir AfonsoAntigos Correios, Largo da Sé, Castelo Branco
09/08 a 10/09
Aves da Beira BaixaMuseu do Canteiro, Alcains

Visite Castelo Branco

Video

Castelo Branco nos Açores

Video