Nas Bancas à 4ª feira
Facebook
 

Edição:

| Ano |

Error parsing XSLT file: \xslt\NTS_XSLT_Menu_Principal.xslt

Edição nº 1619 - 1 de janeiro de 2020

TRI DE ALEXANDRE VENÂNCIO E BIS DE BEATRIZ REBELO
S. Silvestre dos Madeiros em 7ª edição

A cidade de Castelo Branco recebeu, na noite do passado dia 27, a 7ª edição da Corrida S. Silvestre dos Madeiros. Numa organização da Associação do Bairro do Cansado, esta competição teve várias provas para os escalões mais jovens, que foram disputadas em algumas ruas do Bairro do Cansado e que tiveram passagem pelo madeiro deste bairro albicastrense, e uma prova principal, para juniores, seniores e veteranos, masculinos e femininos, constituída por duas voltas a um circuito de quatro mil e setecentos metros que percorria várias ruas de Castelo Branco e que passava pelos madeiro do Cansado, Sé e Espírito Santo. Na prova principal, Alexandre Venâncio, do Centro de Atletismo de Seia, Carlos Sanches, da Casa do Benfica em Castelo Branco, e Cláudio Cardoso, do ATIBA, assumiram desde os primeiros metros a frente da prova, mostrando que estavam ali para ganhar. Na meta volante, situada ao quilómetro três, Alexandre Venâncio foi o primeiro, seguido imediatamente por Carlos Sanches e Cláudio Cardoso. Na primeira passagem pelo local de chegada, a frente da prova estava entregue a Carlos Sanches e Alexandre Venâncio. Estes dois jovens atletas mantiveram-se juntos até ao quilómetro cinco e meio altura em que o atleta do Centro de Atletismo de Seia resolve atacar para perceber como estava Carlos Sanches. Ganhou alguns metros mas voltaram a estar lado a lado na subida de acesso ao Largo da Sé. Ao quilómetro sete, Alexandre Venâncio faz um novo ataque, impõe um ritmo forte, deixando o atleta da equipa albicastrense sem reacção. Alexandre Venâncio foi gerindo a vantagem até à meta, ganhando pelo terceiro ano consecutivo. No sector feminino, a albicastrense Beatriz Rebelo, que corre pela equipa leiriense da Juventude Vidigalense, passou em primeiro na meta volante, garantido à semelhança de Alexandre Venâncio o bacalhau oferecido pela Junta de Freguesia de Castelo Branco, e assim se manteve até ao final, repetindo a vitória do ano passado. Paralelamente realizou-se uma caminhada que percorreu o circuito da prova principal do atletismo. Todos os participantes, tanto das várias provas de atletismo como da caminhada, tiveram direito a uma sopa, filhós e cacau quente.
João Serra, presidente da Associação do Bairro do Cansado, era no final um homem feliz. Com cerca de trezentas e cinquenta inscrições nas várias provas de atletismo e cerca de cem na caminhada disse sentir-se satisfeito pela forma como decorreu esta 7ª edição da S. Silvestre dos Madeiros, a quarta organizada pela Associação do Bairro do Cansado e que este ano teve cinquenta voluntários na sua organização, e prometeu a realização da prova em 2020. A S. Silvestre dos Madeiros já se tornou num ponto de encontro de várias pessoas, que têm em comum o gosto pelo atletismo e que na quadra natalícia regressam a Castelo Branco.
Os vencedores, individuais e colectivos, dos vários escalões foram os seguintes: Benj. Fem. – Romana Lopes (ADC Proença Nova); Benj. Masc. – Tiago Francisco (CDUL); Inf. Fem. – Inês Francisco (CDUL); Inf. Masc. – João Fernandes (CDRC VVelha Ródão); Inic. Fem. – Maria Gonçalves (CT Fundão); Inic. Fem. Colec – CT Fundão; Inic. Masc. – Tiago Sucena (GCADonas); Juv. Fem. – Sara Amaral (GCADonas); Juv. Masc. – Miguel D. Martins (ADC Proença Nova); Juv. Masc. Colec. – ADC Proença Nova; Jun. Fem. – Ana Correia (Sarzedas Run.); Jun. Masc. – Rafael Canaria (CUIdanhense); Sen. Masc- Alexandre Venâncio (CASeia); Sen. Masc. Colec.- C.Benfica C. Branco; Abs. Fem. – Beatriz Rebelo (Juv. Vidig.); Abs. Fem. Colec.- C.Benfica C. Branco; Vet. 35 Masc. – Cláudio Cardoso (ATIBA); Vet. 45 Masc. – Marco Gonçalves (Faro XXI); Vet. Masc. Colec.- C.Benfica C. Branco.
Manuel Geraldes

01/01/2020
 

Outros Artigos

Em Agenda

 
Não existem registos a listar!

Gala Troféu Gazeta Atletismo 2018

Castelo Branco nos Açores

Video