Nas Bancas à 4ª feira
Facebook
 

Edição:

| Ano |

Error parsing XSLT file: \xslt\NTS_XSLT_Menu_Principal.xslt

21 de junho de 2017

FEIRA DE ECONOMIA SOCIAL
Setor emprega mais de 1.600 pessoas no Concelho

Castelo Branco recebe, dias 29 e 30 deste mês, a segunda edição da Feira da Economia Social.
O certame conta com a participação de quarenta instituições particulares de solidariedade social (IPSS), um setor que vale cerca de 80 milhões de euros anuais no Distrito e que emprega mais de 5.300 pessoas.
O objetivo do certame é criar sinergias entre as instituições e também é uma oportunidade para que as IPSS mostrem o trabalho que realizam.
O presidente da Câmara de Castelo Branco, Luís Correia, afirmou, na apresentação do evento, que “este é o caminho que queremos fazer, de apoio às instituições que trabalham na área social e com elas aumentar o apoio permanente a todos os que necessitam”.
Vieira da Silva, ministro da Solidariedade e da Segurança Social, já confirmou a sua presença na abertura do certame.
A iniciativa está dividida em vários eixos, mostra social, seminários e conferências, e a realização de um Concurso Social.
Um dos parceiros do município na organização é o Centro Distrital de Solidariedade e Segurança Social de Castelo Branco.
Melo Bernardo, diretor da Segurança Social, realçou a importância da economia social no Distrito e que vale cerca de 80 milhões de euros anuais e emprega mais de 5.300 pessoas, sendo que destas, mais de 1.600 são no Concelho de Castelo Branco.
“A economia social é já muito importante no Concelho e no Distrito. É um setor que nos últimos anos criou muito emprego. No Distrito a economia social vale neste momento cerca de 80 milhões de euros. É um setor que tem ainda a vantagem de não se deslocalizar”, afirmou Melo Bernardo.
O responsável adiantou que o trabalho feito na Região “é de grande qualidade. Não ficamos atrás de nenhum distrito do País. E podemos afirmar que toda e qualquer pessoa que necessita do nosso apoio tem resposta eficaz. Somos um concelho solidário” reiterou o responsável.
A Feira de Economia de Social, organizada pela autarquia Albicastrense, tem como parceiros várias instituições da Região, como a Associação Amato Lusitano, o Instituto Politécnico de Castelo Branco (IPCB), a ACICB – Associação Empresarial da Beira Baixa, a Associação Comercial e Empresarial da Beira Baixa (NERCAB), o Centro de Empresas Inovadoras (CEI) e o Instituto do Emprego e da Formação Profissional (IEFP).

21/06/2017
 

Outros Artigos

Em Agenda

 
01/07 a 29/07
Sábados Contados para ouvir históriasNo Miradouro de São Gens e no Jardim do Paço, Castelo Branco
01/07 a 31/07
08/07 a 24/09
Arte no Feminino – Tapeçaria de PortalegreMuseu Francisco Tavares Júnior, em Castelo Branco
30/06 a 30/09
As gravatas do presidenteGaleria Clemente Mouro

Visite Castelo Branco

Video

Castelo Branco nos Açores

Video