Nas Bancas à 4ª feira
Facebook
 

Edição:

| Ano |

Error parsing XSLT file: \xslt\NTS_XSLT_Menu_Principal.xslt

Edição nº 1704 - 25 de agosto de 2021

PROGRAMA DE VALORIZAÇÃO DO QUEIJO DO CENTRO
Segunda edição da Escola de Queijeiros começa em setembro

A segunda edição da Escola de Queijeiros começa no próximo mês de setembro. Trata-se de mais uma iniciativa formativa ao abrigo do Programa de Valorização da Fileira do Queijo da Região Centro, financiado pelo Centro2020, Portugal2020 e União Europeia através do FEDER, que terá como objetivo central a capacitação de indivíduos para a produção de queijo com Denominação de Origem Protegida (DOP), especificamente Queijos Serra da Estrela DOP, Queijos Beira Baixa DOP e Queijos Rabaçal DOP.
Os organizadores afirmam que “a Escola de Queijeiros é uma ação que mantém o cariz inovador e de impacto para a Região Centro, reconhecendo-se como um válido contributo para o reforço, rejuvenescimento da atividade e valorização dos queijos DOP como recursos endógenos de excelência desta Região” e realçam que “a boa recetividade da primeira edição, realizada em outubro de 2020, permitiu avançar-se para uma segunda edição, para a qual as inscrições, sem qualquer custo associado, decorrem até ao próximo dia 12 de setembro, em https://forms.gle/PrMXcXiddR8tucnD6 .
A segunda edição da Escola de Queijeiros conta com um total de 30 vagas disponíveis e abrange as três regiões DOP da Região Centro, ou seja, a Serra da Estrela, a Beira Baixa e a Rabaçal e decorrerá na Escola Superior Agrária de Viseu (ESAV), na Escola Superior Agrária de Castelo Branco (ESACB) e Escola Superior Agrária de Coimbra (ESAC).
A carga horária prevista para o curso é de 80 horas em regime de horário laboral, sendo que dessas, 40 horas estarão destinadas à componente teórica e as restantes 40 destinadas à componente prática a realizar em contexto de trabalho, em queijarias de cada região DOP, produtoras de queijos DOP.
De entre os vários conteúdos temáticos a abordar incluem-se a legislação aplicada ao setor dos lacticínios, os requisitos específicos para a produção de queijo DOP em cada uma das regiões abrangidas, as boas práticas de higiene e de fabrico segundo as normas de qualidade e segurança alimentar; a higiene e saúde no trabalho e da legislação em vigor.

25/08/2021
 

Outros Artigos

Em Agenda

 
28/10 a 02/04
Carlota e Francisco de Pina FerrazMuseu Municipal de Penamacor
28/12 a 24/02
Luzes da Memória; Territórios de Abel Dias GamaMuseu Arqueológico Municipal José Monteiro, Fundão
14/01 a 02/04
Alfredo KeilMuseu Francisco Tavares Proença Júnior, Castelo Branco

Gala Troféu Gazeta Atletismo 2018

Castelo Branco nos Açores

Video