Nas Bancas à 4ª feira
Facebook
 

Edição:

| Ano |

Error parsing XSLT file: \xslt\NTS_XSLT_Menu_Principal.xslt

Em agenda

Uma Poetica Resistente
12/06 a 31/10

O Museu Francisco Tavares Proença Júnior, em castelo Branco, tem patente ao público, até dia 31 de outubro, a exposição Uma Poética Resistente, que é uma mostra que reúne pintura, desenho, gravura e fotografia na coleção do Museu do Neorrealismo.
A exposição tem curadoria de David Santos, historiador de arte e curador de arte moderna e contemporânea, doutorado em Arte Contemporânea pelo Colégio das Artes da Universidade de Coimbra. É, desde maio de 2022, diretor científico do Museu do Neorrealismo e diretor de Cultura na Câmara de Vila Franca de Xira. Foi curador da Coleção de Arte Contemporânea do Estado Português, em 2022. Subdiretor geral do Património Cultural, de 2016 a 2020. Vice-presidente do Conselho Intergovernamental do Programa Ibermuseus – Cooperação Internacional Iberoamericana, de 2018 a 2020.
Trata-se de uma parceria entre o Museu Francisco Tavares Proença Júnior e o Museu do Neo–Realismo.
Na exposição os visitantes poderão conhecer o trabalho de 37 artistas como Alice Jorge, José Dias Coelho, Júlio Pomar, Júlio Resende, Lima de Freitas, Maria Barreira, Maria Keil, Querubim Lapa, Rogério Ribeiro, Sá Nogueira, entre outros, através de suportes diferentes, como pinturas, desenhos, gravuras e fotografias.
A mostra pretende, de forma deliberada, por em confronto promessas de emancipação e poéticas resistentes, uma fatura de modernidade estética, particulariza os resultados do neorrealismo português, mesmo quando retrata a figuração do povo e as suas condições sociais mais desfavoráveis.
Ao mesmo tempo, a matriz de pluralidade formal da produção artística desse período e o sentido crítico da sua comunicação devem apoiar uma distinção inequívoca face ao retorno da figuração, da história e da identidade que assistiu as políticas oficiais dos regimes ditatoriais da Europa e que insistiram no controlo sobre os significados da arte, tendo em vista a perpetuação dos poderes instituídos.

 

Em Agenda

 
01/05 a 31/10
50 anos de abril: em cada rosto igualdadeMuseu Municipal de Penamacor
12/06 a 31/10
Uma Poética ResistenteMuseu Francisco Tavares Proença Júnior, Castelo Branco
tituloNoticia
29/06 a 05/08
LilithGaleria Castra Leuca, Castelo Branco
13/07 a 12/09
Para cá das sombras … genteCasa do Arco do Bispo, Castelo Branco
tituloNoticia
21/07
Feira mensal de Colecionismo, Antiguidades e VelhariasAvenida Nuno Álvares, Castelo Branco

Gala Troféu Gazeta Atletismo 2022

Castelo Branco nos Açores

Video