Nas Bancas à 4ª feira
Facebook
 

Edição:

| Ano |

Error parsing XSLT file: \xslt\NTS_XSLT_Menu_Principal.xslt

Edição nº 1759 - 21 de setembro de 2022

COM A ATENÇÃO CENTRADA NO HOSPITAL AMATO LUSITANO
Futuro da maternidade gera preocupação

A reorganização das maternidades foi um dos temas abordados na sessão pública da Câmara de Castelo Branco realizada na passada sexta-feira, 16 de setembro. O tema foi abordado por Luís Correia, do SEMPRE – Movimento Independente, que também falou nos problemas sentidos nas Urgências, a nível nacional, para realçar que “felizmente não temos essa realidade”.
Luís Correia lembrou que “temos defendido a manutenção da Maternidade em Castelo Branco”, até porque “a Maternidade é fundamental até para reforço do Hospital Amato Lusitano (HAL)”.
Tudo isto para referir que “as notícias não preveem nada de bom”, para questionar o presidente da Câmara, Leopoldo Rodrigues, sobre “quais as informações que tem sobre esta matéria? Que medidas de defesa há para a nossa Maternidade?, avançando que “estamos ao dispor par desenvolver e apoiar todas as medidas de defesa da Maternidade em Castelo Branco”.
Na resposta, Leopoldo Rodrigues, afirmou que “são conhecidas as dificuldades da Unidade Local de Saúde de Castelo Branco (ULSCB) em várias especialidades (médicas)” e realçar que no HAL “há um único médico obstetra, o que é uma situação que nos preocupa”.
Leopoldo Rodrigues que com base nisto perguntou a Luís Correia “que medidas tomou no passado, para reverter este esvaziamento de médicos na ULSCB” e sublinhar que “a Câmara acompanha com cuidado a situação, porque só com boas condições na saúde é que damos a resposta adequada à população”, reafirmando “todo o empenho”, no que respeita a este problema.
Luís Correia voltou ainda a intervir sobre o tema, para assegurar que “a Maternidade é uma questão política. O que está em causa são decisões políticas”, para reiterar que “estamos preocupados, com as notícias que esperamos que não se concretizem”.
E destacando que “ao defender a Maternidade estamos a defender o Concelho”, dirigiu-se a Leopoldo Rodrigues no sentido que “diga que sim. Defendemos a Maternidade”.
António Tavares

21/09/2022
 

Outros Artigos

Em Agenda

 
28/10 a 02/04
Carlota e Francisco de Pina FerrazMuseu Municipal de Penamacor
09/11 a 31/12
RaízesCentro Ciência Viva da Floresta, Proença-a-Nova
tituloNoticia
10/12
Concerto de NatalSé de Castelo Branco
10/12
tituloNoticia
11/12
Natal Pagão, Natal CristãoSalão da Junta de Freguesia de Ninho do Açor

Gala Troféu Gazeta Atletismo 2018

Castelo Branco nos Açores

Video