Nas Bancas à 4ª feira
Facebook
 

Edição:

| Ano |

Error parsing XSLT file: \xslt\NTS_XSLT_Menu_Principal.xslt

Edição nº 1846 - 29 de maio de 2024

ESCRITURA DE COMPRA DO TERRENO ESTÁ ASSINADA
Hospital Privado das Beiras avança na cidade

O Hospital Privado das Beiras vai abrir em Castelo Branco, sendo que na passada quinta-feira, 23 de maio, se procedeu à assinatura de escritura de venda do terreno por parte da Câmara de Castelo Branco ao Grupo Imosaúde. Recorde-se que a nova unidade hospitalar privada se localizará na Rua Professor Doutor Egas Moniz, num terreno com sete mil metros quadrados, que rendeu à autarquia 650 mil euros.
Antes da abertura do Hospital, no entanto, dentro de seis ou nove meses, o Grupo Imosaúde terá a funcionar uma unidade mais pequena, que marcará o início da sua atividade em Castelo Branco.
Na assinatura da escritura o presidente da autarquia Albicastrense, Leopoldo Rodrigues, realçou que “este é um momento importante para Castelo Branco”, porque “é um passo para complementar a oferta de Saúde no Concelho” e defendeu que “é positivo complementar o que é a oferta do Serviço Nacional de Saúde (SNS), com privados”.
Por seu lado, os administradores do Grupo Imosaúde, Jorge Santos, João Alegria e Ricardo Fernandes, também se revelaram satisfeitos, com Jorge Santos a afirmar que este foi “um passo importante na implementação da estratégia do Hospital Privado das Beiras” e garantir que “vamos fazer um projeto sólido, para começar a construir assim que possível”. Jorge Santos, que a exemplo de Leopoldo Rodrigues, também realçou a “complementaridade entre o privado e o público”.
No que se refere à unidade mais pequena, Jorge Santos adiantou que deverá estar a funcionar num período entre “seis a nove meses”, sendo que “poderá ser noutra localização”, que não a do futuro Hospital. Com essa pequena unidade, o que se pretende “é começar a trabalhar o mais rápido possível” e avançou ainda que essa pequena unidade, “depois do Hospital estar construído, poderá manter-se ou não”.
Quanto ao novo Hospital, afirmou que implicará um investimento na ordem dos “15 a 20 milhões de euros” e a unidade de saúde disponibilizará “cirurgia, a parte do ambulatório e o atendimento permanente”, sendo que, “em princípio, também terá internamento”.
De acordo com os números avançados o novo Hospital criará entre “100 a 120 postos de trabalho”, ao que há a somar os da equipa clínica, ou seja, médicos, enfermeiros e técnicos de Saúde, com “50 a 60, pelo que o total será de cerca de 200 profissionais”.
Em matéria de especialidades médicas serão disponibilizadas “quase todas, menos as de muita complexidade cirúrgica”, sendo que “o especial foco será nas lacunas do mercado”, porque “é onde está a procura pelos serviços privados, que são uma alternativa”.
Em matéria de espaço temporal foi assumido o “compromisso de, até ao prazo de um ano, entregarmos os projetos, e no prazo máximo de dois anos começar a obra, que poderá demorar de 18 a 24 meses a ser concluída”.
Refira-se que a primeira unidade do Hospital Privado das Beiras tem abertura prevista para 2025, na Covilhã, seguindo-se Castelo Branco, e, mais tarde, a Guarda. A liderança clínica, segundo foi avançado, será assegurada por “um coordenador clínico e cada hospital terá um diretor clínico”.
Os administradores do Grupo Imosaúde afirmaram igualmente que “as equipas serão constituídas por pessoas das Beiras, que sejam das Beiras, ou que queiram vir para cá” e sublinharam que “as instituições de Ensino Superior é quem vai fornecer os profissionais”, apontando para a importância da “fixação de jovens neste projeto. Dar-lhes condições para se manterem cá”, pelo que já foram assinados protocolos com a Universidade da Beira Interior (UBI) e o Centro Académico Clínico das Beiras.
António Tavares

29/05/2024
 

Outros Artigos

Em Agenda

 
01/05 a 31/10
50 anos de abril: em cada rosto igualdadeMuseu Municipal de Penamacor
03/05 a 16/06
EscapeGaleria Castra Leuca Arte Contemporânea, Castelo Branco
12/04 a 30/06
Memória de abril - 50 Anos DepoisCasa de Artes e Cultura do Tejo, Vila Velha de Ródão
15/05 a 23/06
Percursos, Retrospetiva de António CarmoCentro Cultural Raiano, Idanha-a-Nova
15/06
ClepsydraLivraria Livros Tintos, Fundão
tituloNoticia
16/06
Feira Mensal de ColecionismoAvenida Nuno Álvares, Castelo Branco
12/06 a 31/10
Uma Poética ResistenteMuseu Francisco Tavares Proença Júnior, Castelo Branco

Gala Troféu Gazeta Atletismo 2022

Castelo Branco nos Açores

Video